Mensagens

A mostrar mensagens de Novembro, 2008

Reflexões para cada dia do Advento - livrinho da Assoc. de Pais do Col. S. João de Brito

Mais uma vez a Associação de Pais dos Alunos do Colégio de São João de
Brito vos propõe um itinerário para o Natal, com pequenas reflexões para cada
dia do Advento.
A generosidade de mais um grupo de Pais do nosso Colégio permitiu que este
livrinho viesse ter às vossas mãos. Não podemos, por isso, deixar de agradecer -lhes...
Que este pequeno contributo, feito pelas nossas famílias, possa ajudar todas
as outras a caminhar em direcção ao Presépio de Jesus.
Lisboa, Advento de 2008
Associação de Pais dos Alunos do Colégio de São João de Brito
Advento 2008 Final APublish at Scribd or explore others:




30 de Novembro - Santo André

Imagem
CARAVAGGIO
A crucifixão de Santo André
c. 1607
óleo sobre tela,
202,5 x 152,7 cm
Museum of Art, Cleveland

O que é e o que não é "deixar morrer"

Imagem
Assinado por Aceprensa Data: 22 Novembro 2008A expressão "morte digna" serve hoje para englobar realidades que não têm nada a ver umas com as outras. Foi isso que aconteceu recentemente com dois casos que atraíram a atenção da opinião pública: o da jovem britânica Hannah Jones e o da italiana Eluana Englaro, em coma há 16 anos.Hannah Jones, a jovem britânica de 13 anos que renunciou submeter-se a um transplante de coração, sofre de leucemia desde os cinco anos . Para parar o avanço do cancro, foi submetida a um tratamento que lhe provocou graves lesões no coração. Os médicos queriam submetê-la a um transplante, coisa que ela rejeitou, dado que a intervenção lhe não garante continuar a viver. Além disso, os remédios que deveria tomar para evitar uma rejeição do novo órgão poderiam reactivar a leucemia. Para Alicia Latorre, presidente da Federação Espanhola das Associações Pela Vida, "Hannah tem duas opções, ambas moralmente lícitas: assumir os riscos de um transplan…

Regressão

Pedro Vaz Patto, O inimputável, 20081129

Em Itália, continua a grande mobilização que pretende evitar a morte de Eluana Englaro, a jovem em estado vegetativo persistente que o tribunal autorizou que deixasse de ser alimentada e hidratada: tomadas de posição, vigílias de oração, apelos à consciência de quem possa colaborar nessa morte, recusa de instituição hospitalares públicas e privadas em fazê-lo, recurso ao Tribunal Europeu dos Direitos do Homem por parte de associações de familiares de doentes em situações análogas.
continuar a ler .....

Retiro de Advento, 7 Dez, 10:00-19:00

Imagem

Ter casa ou ter filhos

Criancas, familias e riscos

Diário de Notícias, 20081127
Maria José Nogueira Pinto
JuristaLembro-me de três irmãos, institucionalizados, que tinham sido retirados à mãe por esta ser débil mental. As crianças julgavam que o motivo da institucionalização se devia às péssimas condições da habitação onde viviam e quando souberam que a câmara tinha dado uma casa à mãe pensaram que já não havia razão para a família se manter separada. O mais velho, talvez com dez anos de idade ou pouco mais, tinha mesmo concebido todo um plano que me expôs com grande razoabilidade: eles ajudariam a mãe e não faltariam à escola e só era preciso que a "senhora assistente social" acompanhasse a situação e arranjasse aquele subsídio a que a mãe tinha direito. E talvez porque esta solução desafiava o mais rigoroso by the book, tornando-se inadmissível, não foi assim.

Recordo também o caso de uma mulher que escassas horas após o parto desapareceu da maternidade, deixando o recém-nascido. Alertada para o facto e instada a participá-lo…

Carris

João César das NevesDESTAK, 27 11 2008 08.49HApareceram em várias carreiras da Carris dísticos junto do condutor do autocarro indicando que é proibida a entrada de malas de grande dimensão. A sinalética do boneco mostra que os passageiros só podem transportar pequenos sacos.Porquê a imposição? Percebe-se que nas horas de ponta, com muita gente apertada, uma bagagem volumosa crie enormes transtornos. Mas, apesar de tudo, esses períodos são excepção. No caso normal, mesmo com os assentos ocupados, a passagem de alguém carregado não gera incómodo. Por outro lado, proibir a entrada de pessoas com malas é severa limitação, sobretudo para os pobres. Os táxis ficam contentes, mas são os únicos beneficiários.A Carris é um serviço público. O seu dever é assistir aos cidadãos que pagam impostos. Servir todos os cidadãos que precisam de transporte, não apenas os que viajam de mãos a abanar ou com pequenos saquinhos. É isso que faz dele um serviço público. Cada vez que se autolimita, mesmo com bo…

Caso Eluana: Caridade ou Violencia?

Caso Eluana Caridade ou Violência?Comunhão e LibertaçãoNovembro 2008«A coisa da vida suprema é perceber as razões da fadiga, porque a maior objecção à vida é a morte e a maior objecção à vida é a sua fadiga; a maior objecção à alegria é o sacrifício… O maior sacrifício é a morte» (don Giussani).Que sociedade é esta que chama à vida "um inferno" e à morte "uma libertação"?Onde está o ponto de origem de uma razão enlouquecida, capaz de virar ao contrário o bem e o mal e, portanto, incapaz de dar o verdadeiro nome às coisas?A já anunciada suspensão da alimentação a Eluana é um homicídio. É ainda mais grave por impedir o exercício da caridade, porque existe quem tenha tomado conta dela e queira continuar a fazê-lo.Durante a sua longa história, o desenvolvimento da medicina tornou-se mais fecundo quando, em época cristã, começou a assistência exactamente aos "incuráveis", que anteriormente eram expulsos da comunidade dos homens "sãos", eram deixados …

Foi voce que pediu uma alternativa?

Público, 26.11.2008, Rui RamosEstamos confrontados com a estagnação, que se traduz na provável necessidade de renunciar a expectativas e ambiçõesNunca um governo, antes deste, viu passar tantas manifestações e tantos líderes da oposição. Segundo o PÚBLICO, das quatro maiores enchentes de rua desde o 25 de Abril, três tiveram José Sócrates como alvo. O PSD, entretanto, fez avançar quatro presidentes em três anos (Santana, Mendes, Menezes e Ferreira Leite), esgotando todas as receitas possíveis: houve-os de Lisboa e da província, quase liberais (Mendes) e quase populistas (Menezes), a falar muito (Menezes) e a falar pouco (Ferreira Leite), e por aí fora. Mas enquanto a CGTP aluga autocarros para vir a Lisboa e o PSD muda de presidente como quem muda de camisa, as sondagens de opinião não fazem mais do que manter a especulação sobre se Sócrates vai ou não repetir a maioria absoluta no Outono de 2009.
Noutros países, nos últimos quatro anos, não foi assim. Nos EUA, republicanos e democrata…

Concertos Messiaen: Integral da Obra para Órgão - Sé Patriarcal de Lisboa

Imagem

VELADAS PELA VIDA - 25 de Novembro de 2008

Hoje Portugal volta a rezar pela Vida. De norte a sul do país, nas «Veladas pela Vida» pediremos a Misericórdia do Senhor da Vida, por intercessão de Maria, para todas as Vítimas do Aborto. Teremos presentes nos nossos corações as recentes palavras dos Senhores Bispos da Conferência Episcopal Portuguesa; palavras de apreço pela “acção de tantos homens e mulheres, de grupos e associações que, com a sua intervenção e testemunho, são motivo de esperança para todos, especialmente quanto às causas fundamentais da vida e da família”.

Hoje, de um modo muito especial, queremos ter presentes as seguintes ameaças à Vida e à Família em Portugal:A «Lei do aborto» responsável directa por 12.000 bebés abortados, cuja discussão e revisão se pede na petição a entregar brevemente no Parlamento, a qual permite os abortos múltiplos;A nova lei do divórcio recentemente homologada pelo Presidente da República;Os ataques à liberdade de educação, aos direitos e responsabilidade dos pais na educação dos seus f…

Banco Alimentar contra a Fome

Imagem

O dia do Portugal possível

Público, 25.11.2008, Helena Matos

A 25 de Novembro de 1975, os protagonistas do poder assumiram a necessidade de passarmos a viver no país possível

São sem dúvida insondáveis os critérios que levam à escolha dos dias feriados. Mas se a importância histórica das datas fosse determinante na atribuição desse estatuto então hoje seria feriado nacional, pois a sociedade portuguesa é muito mais o resultado do 25 de Novembro de 1975 do que do 25 de Abril de 1974.
Das bravatas castrenses de Spínola tal como das divagações de Vasco Gonçalves ou até do nacional-porreirismo de Otelo pouco nos sobrou para lá dumas recordações tão pitorescas quanto anacrónicas. O que somos nasceu muito mais dos compromissos estabelecidos a 25 de Novembro de 1975 do que de qualquer outro processo, revolucionário ou não. Ou talvez o mais verdadeiro seja o facto de o 25 de Novembro de 1975 ser a mais portuguesa das datas da nossa História recente.
Para o melhor e para o pior, lá estão o nosso horror ao conflito, os compr…

25 de Novembro - Santa Catarina de Alexandria

Imagem
Santa Catarina de Alexandria atribuído a Garofalo 1476-1559 óleo sobre madeira 45.1 x 38.7 cm.
The National Gallery Trafalgar Sq. London

VENDA DE NATAL Fundação Maria Ulrich

Imagem
VENDA DE NATAL
A Fundação Maria Ulrich, convida V.Exa. para a sua venda de Natal,
na sua sede, na Rua Silva Carvalho, 240,
no dia 28 de Novembro, das 10H às 19H.

21.388.21.10
http://www.fmu.org.pt/

Vida e Obra de Maria Ulrich

MARIA ULRICH Uma Educadora no Séc. XXIA Fundação Maria Ulrich, convida V.Exa. para a assistir ao painel sobre a vida e obra de Maria Ulrich, que terá lugar, na sua sede, na Rua Silva Carvalho, 240, no dia 25 de Novembro, às 17:30H.21.388.21.10www.fmu.org.pt

A secura dos interesses

Diário de Notícias, 20081124
João César das Neves
Professor universitário
naohaalmocosgratis@fcee.ucp.ptVivemos o período mais longo sem eleições nacionais da democracia. Passaram mais de mil dias desde as presidenciais de 22 de Janeiro de 2006, acima do máximo anterior de 916 dias entre as legislativas de 10 de Junho de 1991 e autárquicas de 12 de Dezembro de 1993. Em maioria absoluta, está na altura de balanço desta inaudita estabilidade. O sr. primeiro-ministro declarou há pouco não pensar nas consequências eleitorais da sua política (Rádio Renascença, dia 14, às 13.12), sinal de que não pensa noutra coisa e a campanha já começou.

Na Saúde, a atitude da primeira metade da legislatura foi invertida na segunda parte. Trocando de ministro para acalmar a contestação, o Governo alterou totalmente a orientação. Se alguém perguntar qual o modelo de sistema que o executivo propõe, a resposta é simples: todos.

Na Educação a luta continua. Mas pergunta-se se os confrontos têm como finalidade a m…

23 de Novembro, Domingo, Festa de Cristo-Rei

Imagem
Cristo Pan-Creator c. 1131 Catedral de Cefalú (Duomo) Mosaico Sicília
_____________________________________________


1.CRISTO
(Do gr. = Ungido; em hebr. diz-se *Messias). Não sendo nome pessoal, a sua aplicação a Jesus (560 vezes no NT) justifica-se pela convicção, entre os seus discípulos, de que Ele era por ­excelência o Ungido de Deus, co­mo sa­cer­dote, profeta e rei (as categorias de pessoas às quais, pelo rito da unção ou equi­valente, eram confiadas missões importantes de ordem religiosa e social). (V. Jesus).
2. Cristo-Rei, fes­ta de.
A li­tur­gia reserva (actualmente) o último do­mingo do ano litúrgico à so­lenidade de “Nosso Senhor Jesus Cris­to Rei do Uni­verso”. Instituída esta fes­ta por Pio XI (Enc. Quas primas de 11.12.1925) num contexto de promo­ção do “Reinado So­cial de Cristo”, de­pois da reforma conciliar ela foi reinterpretada num sentido mais universal, espiritual e escatológico, como se de­preende do novo título (…Rei do Uni­ver­so), da nova oração colecta, das no­vas lei…

JULGAR MAL UMA OBRA

Mensagem Semanal do P. António Vieira SJ

JULGAR MAL UMA OBRA Semana 48: 24 a 30.11.08

“Julgar mal uma obra boa, grande maldade é: mas julgar, ou bem, ou mal um pensamento, que não pode ser conhecido, ainda é maior tirania. Se não conheces, nem podes conhecer o pensamento, como te atreves homem a julgá-lo? É tão reservado a só Deus o juízo dos pensamentos, que nem de toda a Igreja católica fiou Deus o julgar um pensamento: Ecclesia non judicat de interno. E o que Deus não fia dos Pontífices, o que não fia dos Concílios, o que não fia de toda a Igreja, que é julgar meus pensamentos, isso faz o juízo de qualquer homem. Parece-vos muito isto? Parece-vos muito, que os homens julguem pensamentos, e condenem só por pensamentos? Ora aguardai, que ainda não disse nada. E quantas vezes vos julgaram, e condenaram os homens pelo que nunca vos passou pelo pensamento? Eis aqui outra maior diferença dos dois juízos: Deus julga, e condena por pensamentos, os homens ju…

Petição Internacional pelos Direitos e pela Dignidade da Pessoa Humana e da Família

Está em curso uma petição promovida pelo C-FAM (Catholic Family and Human Rights Institute) cujo conteúdo reproduzo aqui. Esta mesma petição é objecto de um apelo à mobilização feito pela Conferência Episcopal Brasileira. Para assinar a petição é preciso fornecer alguns dados simples aqui. (Neste momento, 23Nov, 12:00, há 21034 respostas em português)Nós, cidadãos dos Estados membros da Organização das Nações Unidas, neste ano do 60.° aniversário da Declaração Universal dos Direitos Humanos, adotada e proclamada pela Resolução 217 A (III) da Assembléia Geral das Nações Unidas em 10 de dezembro de 1948,

Recordando que:
A Declaração Universal é um estandarte comum para todas as pessoas e todas as nações,
Tendo em conta que:
Os direitos humanos, a dignidade, a liberdade, a igualdade, a solidariedade e a justiça, constituem o patrimônio espiritual e moral sobre o qual se baseia a união das Nações,

Indicamos que:
Deve-se dar a devida consideração a:
1. O direito à vida de cada ser humano, da conc…

O último auto-retrato

Imagem
Auto-retrato como Zeuxis Rembrandt c. 166 282.5 x 65 cm. Wallraf-Richartz-Museum Collogne
in Público de 23 de Novembro de 2008




Por exemplo

Público, 23.11.2008, António Barreto

O ministério não tem qualquer intervenção directa na escola, mas os seus inspectores visitam-na duas vezes por ano
Aescola Adriano Zenão, pública, tem cerca de 500 alunos do ensino básico e secundário. Pertence à autarquia. O director da escola, dr. Fabrício, é gestor, especialista em administração escolar e principal responsável pela escola. Foi nomeado pelo Conselho Escolar, sendo este composto por um terço de professores, um terço de pais de alunos e um terço de membros da comunidade (autarcas, empresários e outros). O contrato do director tem a duração de cinco anos e pode ser renovado. A sua nomeação ocorreu após um processo de selecção iniciado um ano antes. A aprovação do seu contrato teve de obter pelo menos dois terços dos votos do Conselho Escolar. O director é assessorado pelo Conselho de Gestão, formado por ele, um técnico e dois professores. Estes três membros do Conselho de Gestão foram nomeados, sob proposta sua, pelo Conselho Escolar.…

Tempos sombrios

Público, 22.11.2008, José Pacheco PereiraEm tempos de crise, mais do que nunca, é preciso não desistir de olhar as coisas com um olhar críticoTer opinião nestes tempos de miséria não é fácil. Apetece não ter ou calá-la. A opinião é um irritante a mais em tempos em que o que não faltam são irritantes. Se é "pessimista" é depressiva. Se não é uma espécie de raio de sol por entre as nuvens, ou seja "construtiva", uma coisa que tenho muita dificuldade em saber o que é, encastra-se num ambiente já de si sombrio. Tudo é ou parece um beco sem saída, ou sem saída nos nossos tempos. Que outra coisa se pode fazer a não ser mais um artigo gloomy, sempre que se começa um "ano", ou seja, quando a rotina do trabalho já está implantada e as férias são um longínquo desejo ou uma memória que não passa das fotografias digitais, que nem servem para mostrar no emprego?
Como há-de ser de outra maneira quando o país está a empobrecer mais depressa que o costume, já estava antes…

O grande milagre de Nossa Senhora do Pilar

No dia 3 de agosto de 1637, um empregado agrícola, Miguel Juan Pellicer (1617-1647), nascido em Calanda, numa família de sete irmãos, caiu de um reboque, em Castellon de la Plana.
Uma roda atingiu-lhe a perna direita, esmagando "o centro da tíbia" (artigo 7 do Processo, citado por Deroo, 1977, 24). Ele foi acolhido no hospital de Valência.
Sentindo dores insuportáveis, decidiu viajar até Saragossa para se colocar sob a proteção da Virgem do Pilar. A viagem durou cinqüenta dias "de carona em carona".
Era preciso percorrer 300 quilômetros sob um sol violento. Em inícios de outubro, finalmente, o jovem chegou a Saragossa. Estava extenuado, sentia-se morrer e, arrastando-se, de joelhos, até o santuário, entregou-se à Virgem do Pilar: "Salva-me pois estou morrendo!"
Apesar de ter sido internado no Hospital de Saragossa e de ter recebido tantos e diferentes remédios, não foi curado. No final do mês, sua perna foi amputada "quatro dedos acima do joelho"…

Tradição anglo-americana

Expresso, 081125
João Carlos Espada
jcespada@netcabo.pt

As diferenças entre a cultura política de língua inglesa e a continental são mais fundas do que as diferenças entre esquerda e direita, ou entre socialismo, liberalismo e conservadorismo
Apoiantes europeus de Obama mostram-se indignados quando lhes é dito que o Presidente eleito não poderá corresponder às expectativas que muitos europeus nele projectam. Julgam que se trata de pura guerrilha politiqueira. E respondem dizendo que esse é um argumento dos que não apoiaram Obama. É bem provável, no entanto, que estejam enganados.
As razões para a dissonância de expectativas são muito mais fundas do que esta ou aquela eleição presidencial. Elas decorrem de diferenças profundas entre a cultura política anglo-americana e a cultura política da Europa continental. Estas diferenças são mais importantes do que as diferenças entre esquerda e direita, ou entre socialismo, liberalismo e conservadorismo. É mesmo possível dizer que a esquerda está mai…

22 de Novembro - Santa Cecília

Imagem
Santa Cecília com um anjo Orazio Gentileschi and Giovanni Lanfranco c. 1617/1618 Samuel H. Kress Collection National Gallery of Art, Washington, DC

50000 visitas

Esta mensagem tem o único propósito de assinalar a quinquagésima milésima visita ao blog Povo desde o seu início no fim de Março de 2008.
Obrigado a todos os que contribuem para que o Povo continue a crescer

Conferência de D. Manuel Clemente nas II Jornadas de Pedagogia «Escola, Sucesso e Excelência»

«Cristianismo na Escola: uma contribuição cultural»

1. A temática que brevemente desenvolverei convosco - “Cristianismo na escola: uma contribuição cultural” – tanto pode apresentar-se em coincidência como em contraste com o tema destas Jornadas: “Escola, Sucesso e Excelência”.Na verdade, não faltariam coincidências. O Cristianismo é também ensinamento, assim iniciado por um mestre (rabi) da Galileia, dois mil anos atrás. Nessa “escola dos discípulos” se transmitiu a sabedoria daquele que de si mesmo dizia ser “maior do que Salomão”, sendo este, para os judeus, o maior expoente da sabedoria antiga. Sabedoria respeitante a todos os aspectos fundamentais da vida e da convivência, quer concretizadas na terra, quer abertas à última dimensão das coisas.Dos primeiros discípulos, em Jerusalém ainda, diz São Lucas que eram “assíduos ao ensino dos Apóstolos”. E a subsequente expansão cristã teve também feição “escolar”, de Jerusalém a Antioquia, de Alexandria a Roma. Desta última restam-nos sig…