40 dias pela vida | Diário

Dias 2, 3 e 4 de Março

Na quinta-feira dezenas de mulheres entraram para abortar e muitos turnos de oração não foram preenchidos.
Deixamos dois testemunhos de dois jovens que foram rezar ontem e hoje:

"Fui sexta feira às 17h lá rezar e comecei por rezar lá fora. Por acaso nesse dia, uma velhinha simpática que encontrei na Missa tinha-me dado uma oração final de uma via sacra que tinha feito há pouco tempo. Tirei o papel do bolso, a oração chamava-se: ó cruz de Cristo. Pareceu-me oportuna dado o sítio onde estava. Sentado no degrau a olhar simultaneamente para o papel da oração e para a clínica, rezando sobre a Cruz de Nosso Senhor, reparei que a Rua da Mãe dÁgua cruza com a travessa do Rosário fazendo precisamente a forma de uma Cruz. Aquele lugar era o próprio do Calvário e visto de cima a Clínica no canto superior esquerdo do centro da cruz era a chaga de Jesus aberta pela lança, talvez a chaga que mais sangue deitou... Entristecia-me aquela imagem, mas nada é por acaso e o facto da Travessa se chamar Travessa do Rosário convidou-me, acabada a oração e convencido pelo frio e pela chuva, a retirar para dentro da capelinha das Missionárias das Mãos Erguidas e rezar um Terço pelo fim do aborto e, para na medida da minha mísera oração, consolar Jesus escondido no sacrário que tanto sofre com a morte dos inocentes. Hoje sábado, voltei lá e rezei mais um terço, desta vez na companhia do meu pai, espero manter esta rotina de oração que nos faz muito bem e que alegra tanto a Nosso Senhor."

"Boa tarde! Estive 1h15 em frente a Nosso Senhor a rezar pelas crianças vitimadas, pelas suas mães e pais, por todos aqueles que defendem e promovem este flagelo e ainda por todos nós que o combatemos! Tanto à entrada como à saída conversei com pessoas da casa e outros voluntários que me fizeram abrir mais os olhos para o drama social e moral em que vivem ou passam a viver as mulheres que são empurradas ou voluntariamente impedem um filho de nascer. É assustador e arrepiante olhar para as janelas gradeadas da cave da Clínica onde milhares vão perdendo a vida e a alma. Intensificarei as orações diárias pelo fim do aborto em Portugal e no Mundo inteiro. E tentarei ir pelo menos uma vez por semana rezar no âmbito desta santa e louvável iniciativa!"
Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Sou mãe de um forcado. E agora?

O grande educador sexual

Suécia persegue parteiras que se negam a praticar abortos