quinta-feira, 18 de maio de 2017

Subscritores da Petição 'Toda a Vida tem Dignidade recebidos pelos Verdes na AR

FRANCISCO ALVIM   FACEBOOK   18.05.17
Conjuntamente com o Professor António Gentil Martins, Sofia Nobre Guedes e Graça Varão, em representação das cerca de 15 mil pessoas que subscreveram a petição "Toda a Vida tem Dignidade", fomos hoje recebidos pelo grupo parlamentar do Partido Ecologista "Os Verdes" para expôr o propósito da petição e debater a questão da eutanásia. 
Foi uma discussão séria e aberta, onde tivemos oportunidade de apresentar o nosso ponto de vista e de perceber as sensibilidades do PEV para esta questão, identificando os vários pontos que nos aproximam.
Inverter o sistema e sobrepor a liberdade individual ao valor da vida significaria admitir que tudo é permitido. Cabe ao Estado defender e preservar a vida, como decorre da Declaração Universal dos Direitos do Homem, da Declaração Fundamental dos Direitos da União Europeia e ainda da nossa Constituição. 
A defesa da dignidade da vida também é defender a dignidade dos que estão doentes. A solução não está em assistir a pessoa NA morte, transferindo para os médicos a responsabilidade de decidir quem vive ou não, mas está em assistir a pessoa ATÉ morrer, principalmente tendo em conta os avanços científicos e médicos existentes.
A rampa deslizante não é um mito, como muitos querem fazer crer. Dar este passo é admitir que muitos outros se seguirão. Basta ver o que se passa na Bélgica ou Holanda, onde se podem matar recém nascidos ou onde até já as crianças ou os próprios médicos o podem pedir. 
É preciso gerar uma forte consciência de humanidade na sociedade. O Estado e todos nós devemos criar condições para que a sociedade seja mais solidária e menos egoísta. O que não se pode fazer é querer impor o contrário.
#todaavidatemdignidade
Enviar um comentário