O que vem primeiro? Direitos humanos ou Dignidade humana?

Vale a pena ouvir a história impressionante da formação da WORLD YOUTH ALLIANCE contada neste video pela sua fundadora Anna Halpine. Saliento alguns pontos que achei particularmente interessantes e úteis.

1) Como a WYA começou como resposta à ameaça da aprovação nas Nações Unidas do (1) Aborto como Direito Humano, (2) Direitos sexuais para crianças e (3) a Rescisão dos direitos dos pais sobre as crianças.  

2) As raízes históricas dos direitos humanos em Nuremberga. O momento na nossa história em que foi necessário julgar (e condenar) indivíduos que não tinham feito nada contra a lei do seu país. Foi por isso estabelecido que há uma lei natural comum a todo e qualquer homem a que as nações mundiais se comprometeram preservar no período pós-guerra mundial. Daqui advêm os Direitos Humanos. A ideia inversa de que são os Direitos Humanos que atribuem a Dignidade Humana à pessoa entrega ao Estado o poder sobre a determinação de quem tem dignidade e quem não tem, que está na base do debate actual da Eutanásia no nosso país. 

3) A explicação do 'Policy Cicle', e como a narrativa, a nomenclatura e a introdução de novos conceitos vêm substituir outros nos documentos que são emitidos para, de forma, sofisticada e intencional, levar a aprovação e fundos mundiais, propostas que são na sua essência contra a dignidade humana. Vejam o caso concreto da promoção a contracepção nos países sub-desenvolvidos e a alternativa da Anna Halpine com a FEMM.

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Sou mãe de um forcado. E agora?

O grande educador sexual

Suécia persegue parteiras que se negam a praticar abortos