Uma cronologia no combate aos incêndios em Portugal

RUI PERES   FACEBOOK    18.06.17

9 Junho 2016
Governo retira a Força Aérea do combate a fogos .
a Força Aérea foi retirada dos fogos há 10 ou mais anos.
Passos Coelho quiz repôr e o Costa anulou a Força Aérea no combate aos fogos.

14 Agosto 2016
António Costa: Verbas para combate a incêndios são desviadas da Segurança Interna

28 Agosto 2016
Depois do governo de Passos ter conseguido 50 milhões da UE para a compra de aviões de combate aéreo, António Costa recusa esse dinheiro.

2016
A maior área ardida num ano no país - 160.490 hectares de área ardida, entre povoamentos (85.785 ha) e matos (74.705 ha).

ABRIL 2017António Costa anuncia que os Helicopteros Russos Kamov, só voltariam a ser utilizados em 2018, devido aos elevados custos de manutenção 

18 Maio 2017
António Costa: Bombeiros vão de autocarro ou comboio combater incêndios.

Maio 2017
Bombeiros voluntários admitem usar os seus Machados de Paz em Machados de Guerra, devido à "nunca antes conhecida carência de meios de combate aos incêndios"

18 Junho 2017
Morrem dezenas de pessoas, António Costa e Marcelo Rebelo de Sousa dizem que o combate ao incêndio correu dentro da normalidade, e foi feito tudo o o que foi possível.
António Costa: "Claramente os meios foram os adequados, tanto os meios terrestres como os meios aéreos. Aquilo que não foi adequado foi a incidência de várias ocorrências provocadas pelas trovoadas secas e claramente o vento forte"
Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Sou mãe de um forcado. E agora?

O grande educador sexual

Suécia persegue parteiras que se negam a praticar abortos